Hidden Figures (2016)

Existem filmes baseados em histórias reais e existem filmes baseados em histórias que mudaram o mundo e continuam a mudar, Hidden Figures se encaixa na segunda categoria. Apesar de ter sido escondido por muito tempo, durante a Guerra Fria, um período onde o racismo nos Estados Unidos era absurdo, havia uma grupo de mulheres (sim) afro-americanas (SIM) trabalhando na NASA realizando diversos cálculos que serviram para levar o primeiro americano ao espaço.

O filme foca em três dessas mulheres: Katherine G. Johnson, Dorothy Vaughan e Mary Jackson, cada uma com suas especialidades, e que eram consideradas “computadores humanos” por suas habilidades, que apesar de sua extrema importância, continuaram escondidas até agora. A realidade da época mostrada em fatos simples mas que faziam grande diferença, como existirem locais “apenas para brancos” e “apenas para negros”, haver apenas uma sala minúscula do outro lado com campus onde todas deveriam trabalhar, a questão de que ninguém levava a sério ou reconhecia o trabalho de uma mulher negra, nem mesmo outras mulheres, retrataram o período de forma muito realista. Apesar de todas as dificuldades enfrentadas, cada uma dessas mulheres corre atrás de seus objetivos e faz acontecer, seja o objetivo se tornar útil para não ser substituída por uma máquina, entrar em uma universidade e se tornar engenheira ou levar um homem ao espaço e trazê-lo de volta ao mesmo tempo em que é mãe solteira de três filhas.Além da questão racial, a história dessas três mulheres ultrapassa diversas barreiras de gênero, que existiam até mesmo na comunidade afro-americana onde os maridos ou pretendentes não entendiam o esforço para se tornar algo que não poderiam ser. Mas a força de vontade de cada uma as permite alcançar lugares que elas mesmas nunca imaginaram.

Além da história revolucionária, um fator essencial para o reconhecimento do filme é o elenco principal, Taraji P. Henson, Octavia Spencer e Janelle Monáe possuem um carisma espetacular que faz com que os que assistem se identifiquem já nos primeiros minutos e se apaixonem pelas três. Preciso falar mais especificamente sobre Taraji, já que o motivo principal pelo qual eu ansiava por Hidden Figures (antes de ler a sinopse), era ver minha Cookie Lyon (Empire) nas telonas novamente. Taraji, que interpreta Katherine possui diversas cenas que chamam a atenção, mas uma em especial que me marcou profundamente (caso assistam vocês identificarão qual é). Apesar de ser um papel que não exigia mudanças drásticas, a atriz faz com que você se sinta naquela situação de humilhação em que vivia e sentir cada coisinha, fiquei indignada sim que não recebeu indicação ao Oscar.

Mas ainda assim depois da estreia internacional Hidden Figures foi recebendo cada vez mais força e conseguiu três indicações ao Oscar: Melhor Atriz Coadjuvante (Octavia Spencer), Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Filme, além de ter ganho o Screen Actors Guild Awards de Melhor Elenco. O filme estreou hoje no Brasil, e eu recomendo a todos que desejam saber um pouco mais sobre essas figuras escondidas que compareçam ao cinema e apreciem uma das melhores histórias já contadas.

hidden-figures-750x315_orig.png

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s